13/10/2011

Ponto de Impacto


Eu sempre fui de rasgar seda pro Dan Brown, então me desculpem críticos de plantão porque esse post terá como maior objetivo reafirmar a genialidade do escritor.

Desde quando li O Símbolo Perdido Dan Brown já entrou pra lista dos meus autores favoritos, daí passei pra Fortaleza Digital e adivinha? Ele continuou na lista. Ok, concordamos que ele segue uma linha única na maioria dos livros: morte misteriosa no início; casal protagonista e vilão surpresa, mas pra mim isso se tornou uma marca pessoal bem importante. A forma que ele guia o leitor pela narrativa e muda o rumo da história quando tudo parece estar perdido me deixa completamente sem fôlego. 

Ponto de Impacto não poderia ser diferente. Dessa vez a história se passa em meio as eleições presidenciais dos Estados Unidos. O senador Sedgewick Sexton está disposto a tudo para chegar ao cargo de homem mais poderoso do planeta, mas o que ele não sabe é que a NASA - alvo das suas principais críticas em relação ao governo atual - acaba de fazer uma descoberta histórica que pode assegurar a permanência de seu principal oponente e grande defensor da Agência Espacial Zachary Herney na Casa Branca.

Em meio a esse turbilhão de interesses Rachel Sexton, analista da NRO e filha do senador, é enviada ao Ártico para analisar a autenticidade da grande descoberta junto com outros 4 cientistas civis, entre eles o oceanógrafo e conhecidíssimo apresentador de TV Michael Tolland. Mas dúvidas começam a surgir e a credibilidade da NASA, ou de quem quer que esteja por trás dessa grande tramoia começa a ser questionada. A partir daí tudo se torna muito intenso, cheio de suspense e ação, perfeito pra quem gosta de entrar de cabeça em livros de Romance Policial. 

E aí, que tal adicionar Ponto de Impacto na sua lista de metas de leitura e mergulhar numa história fascinante cheia de conspirações do governo, descobertas científicas e - por que não? - um pouquinho de romance? 
Eu assino em baixo.