08/03/2011

Mulher Maravilha


Nós estávamos lá em cada conquista, cada vitória e até mesmo em cada fracasso, sendo apenas a grande mulher por trás do grande homem. Muitas vezes renunciando sonhos porque nos importamos mais com quem amamos do que com nós mesmas. Sabemos quem somos, mas deixamos que o mundo nos rotulasse como o sexo frágil, delicadas e necessitadas de proteção.
Fomos donas de casa, mães, esposas e irmãs. Fomos e ainda somos alicerces de gerações. Médicas, artistas, engenheiras, empresárias, donas do nosso próprio nariz.
Mas através da história passamos por sociedades machistas e patriarcais com a cabeça erguida sem deixar que o mundo, predominantemente masculino, nos deixasse pra trás. Não duvidamos do nosso potencial ou nos conformamos com o pouco que faziam de nós. Não nos passamos por coitadinhas ou imploramos misericórdia, mas ultrapassamos preconceitos e obstáculos para chegar onde queremos chegar.
Tomamos o lugar de muitos homens poderosos, fazendo com que eles se sentissem ameaçados com o nosso poder o que, muitas vezes, reforçava inconscientemente a discriminação. Mas medo nunca fez parte do vocabulário feminino.
Agora, enquanto você está aí lendo esse texto, existe uma mulher em algum lugar no mundo fazendo a diferença na vida de alguém. Uma mulher que honra seu sexo, digna de poder e admiração. Uma mulher maravilha, assim como eu e você.

Feliz dia internacional da mulher!