19/02/2011

The Pretty Reckless


A vez agora aqui no QP é da banda recém-criada em 2009 pela atriz de Gossip Girl Taylor Momsen! The Pretty Reckless é formada atualmente pela americana, atriz e vocalista Taylor Michel Momsen de apenas 17 anos, Ben Phillips no backvocal e na guitarra, Jamie Perkin na bateria e Mark Damone que fica com o domínio do baixo. Eles mandam muitíssimo bem no rock, ou mais precisamente no pós grunge.
De acordo com a cantora, a banda foi criada quase como acontece num roubo. Certo dia ela se encontrou com Kato Khandala (produtor) o qual lhe apresentou Ben Philips e então passaram a escrever canções juntos.  A partir daí, entra a cena do ‘pseudo-furto’: foi algo como "Ei, caras, querem entrar em outra banda? Eu meio que os roubei e nos tornamos amigos e não me importo por ser a mais nova do grupo - e garota" disse.
Pretty Reckless conta com um único álbum de estúdio que teve lançamento em agosto de 2010, chamado Light Me Up (Download) e dois EPs: The Pretty Reckless e  Unreleased, ambos do mesmo ano do disco. O primeiro single foi o Make Me Wanna Die o qual teve um lançamento de vídeo viral:


Outras músicas que se destacam são as My Medicine, Superhero,  S.U.S, Zombie e Factory Girl. Mas as outras com certeza não ficam para trás, não! Olha só um mash up que fizeram da música Love the Way You Lie, originalmente cantada pelo Eminem e Rihanna.
O som que The Pretty Reckless é do tipo que ouvimos não porque fica grudado na nossa cabeça, mas porque realmente é um trabalho bem feito que dá gosto de ouvir principalmente quando tudo o que você quer é ouvir música e nada mais. Para quaisquer outras informações, visitem o site brasileiro PrettyRecklessBrasil.

"Eu quero fazer grandes discos. Quero compor canções incríveis. É o que eu quero para o resto da minha vida. Espero fazer um álbum melhor que o outro. Só peço que ouçam o meu álbum. Pelo menos me dê uma chance e sinta-se livre para me odiar ou não. Eu detesto várias coisas, mas não julgo antes de conhecer porque isso não é justo. Nunca se sabe, você pode se surpreender” Taylor M. 


Forever alone?


Atire a primeira pedra quem nunca teve sua época de forever alone. Quando seus amigos estão pra cima e pra baixo com os namorados do lado. É uma época de vida caseira, afinal, quem quer sair pra ficar segurando vela? Essa semana tivemos o tão falado Valentine's Day, onde os apaixonados americanos se presentearam com bombons, ursinhos de pelúcia e tudo mais que uma dia dos namorados tem direito, um terror para alguns solteiros inconformados.
Todo mundo já teve seu momento de ficar sozinha e apenas observar o mundo com os olhos solitários. Mas por que isso tem que ser algo ruim? Pra muitas pessoas essa é uma fase muito boa da vida, onde você pode tomar tempo pra si mesma, fazer o que bem entende sem ter que dar explicações do tipo "Onde você estava noite passada?" e "Por que não atendeu o telefone?". É um momento de libertação, de auto-conhecimento, ampliar os horizontes. Tudo depende da forma como você vê as coisas e encara a realidade.
Se você prefere ficar se martirizando e reclamando a ponto de afetar sua auto-estima, isso já passou a ser um problema. Algumas pessoas realmente têm a necessidade de ter alguém ao lado pra compartilhar o que quer que seja, mas, entenda como quiser, quando você vê uma mulher sozinha em uma cafeteria mergulhada em algum livro que parece ser interessante o que pensa? É alguém que foi abandonada pelo namorado e agora tem que encarar tudo sozinha, ou uma mulher forte e independente que gosta de ter algum tempo pra si mesma?
Depois disso, pense em qual lado das duas suposições você gostaria de estar e depois faça acontecer. Acredite, tudo se torna realmente melhor e mais agradável quando você percebe que estar sozinha, não é tão ruim assim. Até porque há quem diga que ser forever alone é um estilo de vida.