13/10/2011

Ponto de Impacto


Eu sempre fui de rasgar seda pro Dan Brown, então me desculpem críticos de plantão porque esse post terá como maior objetivo reafirmar a genialidade do escritor.

Desde quando li O Símbolo Perdido Dan Brown já entrou pra lista dos meus autores favoritos, daí passei pra Fortaleza Digital e adivinha? Ele continuou na lista. Ok, concordamos que ele segue uma linha única na maioria dos livros: morte misteriosa no início; casal protagonista e vilão surpresa, mas pra mim isso se tornou uma marca pessoal bem importante. A forma que ele guia o leitor pela narrativa e muda o rumo da história quando tudo parece estar perdido me deixa completamente sem fôlego. 

Ponto de Impacto não poderia ser diferente. Dessa vez a história se passa em meio as eleições presidenciais dos Estados Unidos. O senador Sedgewick Sexton está disposto a tudo para chegar ao cargo de homem mais poderoso do planeta, mas o que ele não sabe é que a NASA - alvo das suas principais críticas em relação ao governo atual - acaba de fazer uma descoberta histórica que pode assegurar a permanência de seu principal oponente e grande defensor da Agência Espacial Zachary Herney na Casa Branca.

Em meio a esse turbilhão de interesses Rachel Sexton, analista da NRO e filha do senador, é enviada ao Ártico para analisar a autenticidade da grande descoberta junto com outros 4 cientistas civis, entre eles o oceanógrafo e conhecidíssimo apresentador de TV Michael Tolland. Mas dúvidas começam a surgir e a credibilidade da NASA, ou de quem quer que esteja por trás dessa grande tramoia começa a ser questionada. A partir daí tudo se torna muito intenso, cheio de suspense e ação, perfeito pra quem gosta de entrar de cabeça em livros de Romance Policial. 

E aí, que tal adicionar Ponto de Impacto na sua lista de metas de leitura e mergulhar numa história fascinante cheia de conspirações do governo, descobertas científicas e - por que não? - um pouquinho de romance? 
Eu assino em baixo. 

12/10/2011

My Week With Marilyn


Norma Jeane Mortensen, mais conhecida como Marilyn Monroe. É sobre ela a mais nova produção cinematográfica que promete mostrar um pouco mais da vida, já cheia de boatos, de uma das principais divas da história que até hoje é um símbolo de sensualidade e um ícone de popularidade.

Sua vida sempre foi marcada por escândalos (inclusive há rumores que tenha tido um caso com o então presidente dos EUA John F. Kennedy), mas My Week With Marilyn é o título do longa dirigido por Simon Curtis, que retrata um período real da vida da atriz norte-americana. Durante as gravações de O Príncipe Encantado Marilyn passa por um dificuldades emocionais, é quando Colin Clark, assistente do diretor Laurence Oliver, começa a ajudá-la e a amizade logo se transforma em romance. 

Monroe será interpretada por Michelle Williams (Blue Valentine), mas o filme também conta com Judi Dench, Emma Watson, Dominic Cooper, Toby Jones e Dougray Scott no elenco principal. A estréia está prevista para o dia 4 de novembro nos Estados Unidos e é uma ótima pedida para nós, meros mortais que passamos a vida a admirar todo o charme e elegância da sempre irresistível Marilyn Monroe. 


26/08/2011

Rihanna e Avril - Cheers

Tá, o clipe é da Rihanna e quem canta é ela, mas como uma boa fã alucinada eu não poderia deixar de comentar a participação da minha loirinha linda no clipe né?

Além de compor a música Cheers (Drink To That) para a diva Rihanna e gravar algumas cenas para o vídeo, Avril Lavigne também empresta um sample da canção I'm With You do albúm Let Go (2002) que pode ser ouvido no refrão da música.

O clipe contém cenas dos bastidores dos shows, dos fãs e das festas que Rihanna aparece, tudo a ver com o clima e o tema da música. É isso, espero que gostem e não prestem atenção só aos "Yeah Yeah's" como eu fiz, a música é muito boa também. Pena que a Avril só aparece poucas vezes.


25/08/2011

KEEP CALM AND CARRY ON


Com certeza você já cruzou com essa frase por aí, não foi? São posteres, camisetas, canecas, tatuagens... Enfim. Mas você sabe de onde surgiu essa ideia de manter a calma e continuar?

Acreditem ou não, essa frase vem lá do tempo da II Guerra Mundial quando o governo britânico produziu um cartaz motivacional para a população em 1939 para ser usado somente se o nazismo conseguisse atingir a Grã-Bretanha. Dois milhões e meio de cópias foram produzidas embora só tenham sido distribuídos um número limitado de cartazes. O cartaz foi o terceiro de uma série de três.
Os dois primeiros foram: Your Courage, Your Cheerfulness, Your Resolution Will Bring Us Victory e Freedom is in Peril.

Mas o que importa é que hoje a gente pode ver essa forma de motivação por toda parte, até celebridades aderiram a moda do KEEP CALM AND CARRY ON como o lindo Rupert Grint, o Rony de Harry Potter.




Mas a gente sabe que nem só de Carry On viverá o homem. Quer fazer seu próprio poster? Então vá nesse site e aproveite! Você pode escolher a cor, a frase e até a imagem no lugar da coroa, é só usar a criatividade e colocar a mão na massa. Se você tiver dificuldades aqui tem um tutorial explicando como se faz. 



ENJOY!

24/08/2011

The New Girl


Ora, ora, ora, mais uma vez venho aqui afirmar minha psicose por séries de tv. Vi por aí notícias sobre uma estrelada nada mais nada menos por Zooey Deschanel, a Summer de 500 Dias com Ela. Essa maluca é tão linda que dá vontade de morder né não? Além de uma ótima atriz, Zooey também tem uma voz incrível!


Mas enfim, voltando ao assunto The New Girl é a mais nova série da Fox e tem estréia prevista para o dia 20 de setembro (tá pertinho!). A história é a seguinte: Jessica Day (Zooey Deschanel) é uma professora do interior que se muda para Nova York e após terminar um relacionamento vai dividir um apartamento com 3 caras. Isso mesmo, ela vai morar com 3 homens! Schmidt (Max Greenfield, de Ugly Betty), que adora uma boa cerveja; Coach (Damons Wayans Jr.), um personal trainer e Nick (Jake M. Johnson), um garçom. Já viu que boa coisa dá não sai né? 


As filmagens da série, que foi inicialmente chamada de Chicks and Dicks, começaram por volta de março ou abril e desde essa época já teriam fortes indícios que não iria ficar só no episódio piloto como acontece com muitas por aí (Mulher Maravilha, não se sinta ofendida).

Então agora é só esperar ansiosamente até setembro para entupir seu HD com vídeos de novo, ou isso acontece só comigo? Enquanto isso, fiquemos com água na boca com o trailer de The New Girl:


The New Girl
Na Fox dia 20/09

23/08/2011

Vida de Vestibulando


Não seria surpresa se na minha lista dos "melhores anos da minha vida" 2011 ficasse em último lugar. Sinceramente, é muito difícil crescer. Pudera eu voltar aos tempos de criança quando a minha única preocupação era saber se iria passar outro filme de cachorro na Sessão da Tarde. Hoje, com toda essa pressão vinda de todos os lados - inclusive de mim mesma - é fácil perceber como eu era feliz e não sabia.

É nessa fase da vida que tudo pode se acertar e você vai finalmente achar o rumo certo pra sua vida ou você pode fazer as escolhas erradas e tudo pode ir por água abaixo. Tanta responsabilidade para alguém que acabou de fazer 18 anos e ainda está tentando entender o que é maturidade pode deixar qualquer um maluquinho.

Escolher um curso na universidade é algo tão complexo e difícil que deixa muitos jovenzinhos por aí arrancando os cabelos. Não é pra menos, essa escolha vai determinar o que você vai fazer pelo resto da sua vida, a razão pela qual você vai levantar todo dia de manhã pra se entupir de projetos novos. Além dessa há dezenas de outras escolhas que podem decidir seu futuro. Estudar e trabalhar ou se dedicar inteiramente aos livros? Procurar a aprovação da família ou seguir seu próprio rumo? Aptidão ou remuneração?

Eu sei que já falei sobre esse assunto um milhão de vezes por aqui mas ultimamente esse peso tem me torturado tanto que eu precisava demais descarregar, afinal todos temos desejos e sonhos mas sabemos que para conseguir realizá-los é importante passar por essa fase tão desesperadora que é o ano de vestibulando.

Então bola pra frente que a taça do mundo é nossa!

26/07/2011

R.I.P. Amy


Neste sábado nós recebemos a triste notícia que uma das maiores cantoras dos tempos atuais havia falecido. Amy Jade Winehouse tinha um talento nato, uma diva da música internacional. Disso, ninguém duvida. Mas é quase impossível lembrar da Amy sem associá-la às drogas e a bebida.

Seu estilo de vida, como o de muitas estrelas da música, não era dos mais calmos. A cantora levava uma vida regada a álcool e drogas o que acabou resultando em um fim trágico. Aos 27 anos, a garota londrina branca com voz de negra estava no auge de sua carreira, com shows marcados em vários lugares do mundo e milhares de discos vendidos. Os fãs aguardavam a chance de vê-la por onde quer que passasse mas o seu vício mal deixava que ficasse de pé para continuar o espetáculo. Já havia tentado a reabilitação duas vezes e até gravou uma música sobre sua vida conturbada, Rehab, um de seus maiores sucessos.

Mas o fato é que por mais que Amy fosse famosa, rica e cheia de sucesso não parecia ser o bastante para ela. É triste ver alguém tão talentoso ir se desgastando dessa forma, é triste perder mais uma batalha pras drogas. Janis Joplin, Jimi Hendrix, Kurt Cobain, todos com dons extraordinários, todos com o mesmo fim. Por pior que possa parecer, ainda podemos tirar uma lição disso tudo: não vale a pena, simplesmente não vale. 

Descanse em paz, Amy. Pois sua voz poderosa nunca será esquecida.

23/07/2011

Sobre a vida, sobre nada.


Já estou há tanto tempo sem escrever nada que olhar pra essa página em branco já me deixa com os nervos à flor da pele. Tá, talvez eu seja um pouco exagerada com relação a isso, ou com relação a tudo mesmo. O fato é que hoje, em uma daquelas noites de insonia com uma pitada de tédio tive uma vontade louca de vir aqui e sair apertando essas teclinhas que um dia gritavam por mim.

Eu sinceramente espero não ter perdido a habilidade de colocar em palavras aquilo que se passa tão desesperadamente pela minha cabeça, se é que algum dia a tive. Mas apesar de todo esse nhê-nhê-nhê, das horas que eu pensei em voltar aqui e encher esse diário virtual com as minhas bobagens de sempre e das desculpas que eu daria caso realmente voltasse eu não tenho absolutamente nada de concreto para dizer.

Não tinha mais vontade de escrever e parei, agora quis voltar e voltei. Simples assim. Desculpe a sinceridade.Fiz de tudo um nada, com as mesmas preocupações de sempre, as mesmas vontades. Talvez eu esteja disposta a fazer dessa volta um triunfo, um sinal de que aqui dentro de mim ainda existe aquela jornalista louca de vontade de explorar o mundo, ou aquela publicitária curiosa que quer que as pessoas vejam tudo de uma forma mais cinematográfica.

Não levem a mal, não desconsiderei vocês, também sinto falta de toda aquela agitação na divulgação dos posts, dos comentário, ainda que mínimos, e de todo o fuzuê da elaboração. Apenas não achei que o suficiente tivesse força para me fazer continuar, só precisava sentir e/ou descobrir uma razão para escrever. E eu achei, sou eu mesma.


P.s.: Ah, e a propósito, eu passei no vestibular.

26/03/2011

The Hillywood Show


Youtubando por aí a gente descobre muita coisa interessante, nesse caso, hilária. Como por exemplo o The Hillywood Show que é um tipo de "companhia de comédia" formado basicamente pelas irmãs Hilly e Hannah Hindi. Essa mocinhas vêm aprontando poucas e boas nos seus vídeos no Youtube nosso de cada dia.
Pra quem curti essa onda vampiresca e tem bom-humor pra levar gozações na brincadeira é uma ótima pedida pra arrancar boas gargalhadas com as paródias de The Vampire Diaries e Twilight feita por elas em uma produção independente com apenas uma câmera e muita criatividade. 
Cada paródia apresenta sátiras, personificações de personagens, paródias de música e dança e paródias de filmes de grande sucesso, como Crepúsculo e BatmanToda paródia das irmãs Hindi incluem referências pop em relação à cultura voltada para o público jovem
Até o Ian Somerhalder, que interpreta nosso vilão favorito Damon Salvatore na série TDV, demonstrou ter gostado da ideia de The Hillywood essa tarde no Twitter.
Mas não só de vampiros viverá o homem, meus queridos, a loucura dessas duas vai mais além com paródias de The Runaways, o filme sobre a banda de rock feminina protagonizado por nada mais nada menos que Kristen Stewart e Dakota Fanning.
Ficou curioso? Então confere só um dos meus vídeos favoritos dessas malucas que é um clipe com uma música muito legal da, também maluca, Lady Gaga e que tem tudo haver com a série The Vampire Diaries, a homenageada da vez:



23/03/2011

Panic at the disco - Vices and virtues

Com estreia adiantada para o dia 22 de março, vazou hoje (19) o mais novo álbum da banda (duo?) estadunidense Panic At the Disco: Vices and Virtues, três anos depois do lançamento do segundo álbum de estúdio (Pretty. Odd.).
Logo de cara encontramos o single da já tão conhecida e deliciosinha de ouvir The Ballad of Mona Lisa, vejam:


Vícios e Virtudes, no português livre, conta apenas com a participação de Brendon Urie e Spencer Smith, após Ryan Ross e Jon Walker terem saído em 2009. Ouçam e dêem suas opiniões: Download.


Agora Leio Clarice


Às vezes a gente se pega pensando os maiores absurdos. Ultimamente um desses meus pensamentos foi sobre como nós podemos mudar gostos e hábitos sem perceber e tão naturalmente que talvez isso se deva ao fato de que nós estamos, querendo ou não, amadurecendo.
Lembro como se fosse ontem, o que na verdade foi mesmo, quando contava as horas para o lançamentos daquela livro bem juvenil daquela autora que fazia o maior sucesso. A espera era agonizante e quando ela finalmente cessava era comum devorar o livro em algumas horas. O prazer de ler se devia única e exclusivamente à diversão e à curiosidade de conhecer as novas personagens, geralmente adolescentes confusas assim como muitas de nós éramos na época, ou melhor dizendo, nunca deixamos de ser.
A gente vai deixando o tempo passar e permitimos que esses hábitos escapem por entre os dedos, na maioria das vezes, inconscientemente. Vamos crescendo e amadurecendo junto com os personagens e autores. E o que antes julgávamos ser nossas preferências, hoje olhamos como uma parte maravilhosa e divertida do nosso passado.
É nessa que percebemos que mudamos de lado na livraria. As obras que atraem nossos olhos são recheadas de personagens quase reais que parecem saltar de nossa imaginação, não mais apenas utopias e idealizações de seres quase perfeitos. Autores que antes pareciam "criadores de histórias para adultos" agora não estão tão distantes assim.
Não me entendam mal, não estou querendo dizer que histórias juvenis não são dignas de respeito ou não tão interessantes quanto qualquer outra. Apenas me passou pela cabeça, em uma dessas horas desocupadas, que o prazer de crescer não está tão obscuro quanto parece, mas deve ser só porque agora eu leio Clarice.

Vida de Mosquinha


Sabe aquela hora que sem querer(tudo bem, você quis sim) acabamos ouvindo a conversa de outras pessoas? Então, temo admitir que hoje eu fiz isso.
Casos isolados quando isso acontece até é natural pra nós, pobres mortais. Mas existem algumas vezes que você mataria para ouvir uma certa conversa ou aquele comentário, não é mesmo? E se você fosse uma mosquinha e pudesse sair por aí xeretando a vida dos outros e descobrir o que andam falando sobre você?
Todos nós temos essa veia de curiosidade pulsando em nossas cabeças, principalmente naquela hora em que você daria tudo pra ler a mente de alguém. Mas tem gente que faz da vida de mosquinha quase uma profissão. Vamos concordar que curiosidade é saudável e até ajuda em alguns momentos - como na escolha de uma profissão, por exemplo - mas fazer disso uma obsessão pode ser bem irritante e até perigoso.
Com certeza você conhece, ou pelo menos já ouviu falar de alguém que adorava sair espiando por aí mas acabou se dando mal no fim das contas. Então cuidado, vamos aprender a usar a curiosidade de forma razoável e cuidar em não ficar grilada quanto àquela fofoca que está rolando por aí. Afinal, ninguém quer levar fama de metida, quer? 

13/03/2011

Meme Musical



1. Ligue seu music player no aleatório.
2. Aperte avançar para cada pergunta. 
3. Use o nome da música como resposta para a pergunta mesmo se não fizer sentido.
NÃO TRAPACEIE!
4. Com as respostas, dê seus próprios comentários de como isso se relaciona à pergunta.  

1. Como você está se sentindo hoje?
I am Down – Plastiscines     
(Deprê?)
2. Você vai avançar na vida?
Shake a Leg - AC/DC       
(o.O)
3. Como os seus amigos te vêem?
Esconderijo - Ana Cañas        
(Exatamente)
4. Você vai se casar? 
Someone wake me Up - The Veronicas
5. Qual é a música tema do seu melhor amigo?
Rockaway Beach - Ramones
6. Qual é a história da sua vida?
Waka Waka - Sakira       
(WTF??)
7. Como foi/será o ensino médio?
Imma Be - Black Eyed Peas
8. Como você pode seguir com a sua vida?
Feeling Better - The Teenagers
9. Qual é a melhor coisa sobre seus amigos?
Mushaboom - Feist
10. O que tem programado para esse fim de semana? 
Oh Africa - Akon     
(Vou pra África, geeente!)
11. Para descrever seus avós?
The Best Damn Thing - Avril Lavigne
12. Como está indo sua vida?
Morning Dessert - Christina Aguilera
13. Que música vai tocar em seu funeral?
Hero - Regina Spektor   
(Fui uma heroína!)
14. Como o mundo te vê?
I kissed a Girl - Katy Perry    
(Whaaaaat?)
15. Você terá uma vida feliz?
Bird of the Summer - A Fine Frenzy   
(Espero que isso seja um sim)
16. O que você deveria fazer agora?
Love is Everywhere I Go - Sam Philips
17. As pessoas te desejam secretamente?
See Me Through - Ida Maria
18. Como posso te fazer feliz?
Beautiful Soul - Jesse McCartney   
(Tenha uma alma linda)
19. O que você deve fazer com a sua vida?
California Girls - Katy Perry    
(Ir pra Califórnia?)
20. Você terá filhos?
Since You're Gone - The Pretty Reckless
21. Você faria strip-tease com que música?
I Miss You - Avril Lavigne     
(Strip da depressão!)
22. Se um homem numa van te oferecesse balas, o que você faria?
Somebody Save Me - Remy Zero     
(HAHAHA Chamava o Clarck!)
23. O que sua mãe pensa de você?
Sticks and Stones - The Pierces
24. Qual é o seu segredo mais negro e profundo?
Alive - Black Eyed Peas
25. Qual é a música tema do seu inimigo mortal?
Unkle Feat. The Black Angels - With You In My Head
26. Como é sua personalidade?
L490 - 30 Seconds To Mars        
(Sinistra)
27. Que música será tocada em seu casamento?
Blame - Tiago Iorc       
(Que fofo!)
28. Quais são suas aspirações? 
One Of Those Girls - Avril Lavigne
29. O que passa pela sua mente quando você acorda?
Túnel do Tempo - Frejat
30. O que seu namorado quer de você?
Please, Please, Please, Let Me get What I Want - She & Him     
(Faria sentido se eu tivesse um namorado)

08/03/2011

Mulher Maravilha


Nós estávamos lá em cada conquista, cada vitória e até mesmo em cada fracasso, sendo apenas a grande mulher por trás do grande homem. Muitas vezes renunciando sonhos porque nos importamos mais com quem amamos do que com nós mesmas. Sabemos quem somos, mas deixamos que o mundo nos rotulasse como o sexo frágil, delicadas e necessitadas de proteção.
Fomos donas de casa, mães, esposas e irmãs. Fomos e ainda somos alicerces de gerações. Médicas, artistas, engenheiras, empresárias, donas do nosso próprio nariz.
Mas através da história passamos por sociedades machistas e patriarcais com a cabeça erguida sem deixar que o mundo, predominantemente masculino, nos deixasse pra trás. Não duvidamos do nosso potencial ou nos conformamos com o pouco que faziam de nós. Não nos passamos por coitadinhas ou imploramos misericórdia, mas ultrapassamos preconceitos e obstáculos para chegar onde queremos chegar.
Tomamos o lugar de muitos homens poderosos, fazendo com que eles se sentissem ameaçados com o nosso poder o que, muitas vezes, reforçava inconscientemente a discriminação. Mas medo nunca fez parte do vocabulário feminino.
Agora, enquanto você está aí lendo esse texto, existe uma mulher em algum lugar no mundo fazendo a diferença na vida de alguém. Uma mulher que honra seu sexo, digna de poder e admiração. Uma mulher maravilha, assim como eu e você.

Feliz dia internacional da mulher!

07/03/2011

Across The Universe



Você curte o som dos Beatles? Então já ouviu falar do filme Across The Universe
Não? Então olha só, Across The Universe é uma produção americana baseada na obra dos Beatles, onde toda a trilha sonora do filme é composta pelas músicas da banda inglesa que fez tanto sucesso pelo mundo. 
O musical conta a história de Jude Feeny um jovem de Liverpool, na Inglaterra, que parte em rumo aos Estados Unidos em busca de seu pai. Lá, ele conhece Max Carrigan, um estudante rebelde que se torna seu melhor amigo. Quando se apaixona por sua irmã Lucy, com quem vive um amor único e épico em meio às revoluções e protestos contra a Guerra do Vietnã muito comuns nos EUA na década de 1960. 
O filme norte-americano foi produzido em 2007, dirigido por Julie Taymor e conta com a presença de jovens atores como o inglês Jim Sturgess e a americana Evan Rachel Wood, responsáveis por dar voz e nova roupagem às tão conhecidas músicas dos Beatles. Sem falar da participação especial de Bono Vox, vocalista da banda U2.
A psicodelia dos anos 60, típica dos jovens que viviam um momento de libertação da ditadura comportamental do passado, também está presente no filme assim como os protestos contra o capitalismo e o imperialismo americano. É uma obra que vale muito a pena ser vista, principalmente se você gosta de boa música.



26/02/2011

Playlist


Vamos lá para a minha primeira listinha de músicas!

Avril Lavigne - DarlinA loira compôs essa música quando tinha 15 anos, mas só lançou agora no álbum Goodbye Lullaby que por sinal me surpreendeu. Graças a Deus ela não continuou aquilo que foi o The Best Damn Thing porque né!


Counting Crows - Good Time“Ele não sabia o que fazer, ele apenas queria olhar bem pra você. Então a rapidez dele em dizer pra você o que ele fez hoje. Mas ele não pensava sobre o que dizer. Eu acho que você irá ouvir de qualquer jeito.”


Gnarls Barkley - Crazy: Muitos devem conhecer essa, mas é histórica e merece estar numa playlist nossa. Lembra muito o Tim Maia, mas numa versão mais hum.. tecnológica talvez. 


Natasha Bedingfield - Pocketful of Sunshine: Estão a fim de cantar, pular e dançar? Então essa é a música que vocês precisavam para desopilar e relaxar a mente. Foi lançada em 2008 e agora em 2010/20011 voltou com tudo após entrar na trilha sonora do filme Easy A. 


Neri per Caso Feat. Mario Biondi - What a Fool Believes: "But what a fool beliieeeeves he seeeees. No wise man has the pooower." 


Sick Puppies – My World: Uma das melhores. É do álbum Dressep Up as Life. 

Switchfoot - Daisy: Não sei como descrever essa música, só ouçam, sintam e tirem suas conclusões.


The Dolphin's Cry - Live: "Will leeeead us, all right. Loove will lead us, she will lead us. Can you hear the dolphins cry?" 

The Strokes - Under Cover of DarknessMúsica nova dos carinhas aí. O álbum ainda não foi lançado, mas se seguir nesse mesmo estilo já deu pra ver que será Ó.T.É.M.Ó! 

Yellowcard - Dear BobbieEssa música é pra ouvir e se apaixonar. Só não gosta quem não conhece. Tudo nela é perfeito (letra, melodia, tom). A história contada na letra é bem bonita também.

22/02/2011

Melancia - Marian Keys



Você gosta de ler? Se sim, ótimo, é sinal que nós temos coisas em comum. Se não, que tal tentar conhecer um pouquinho mais a fundo o mundo dos livros?

Um bom começo é ir pelos Best-Sellers ou com um gênero que se identifique. Foi com o objetivo de incentivar quem quer que fosse a adquirir o hábito da leitura que eu decidi começar essa nova tag no blog. Sempre que eu terminar de ler algum livro bacana, ou lembrar um que já li e gostei posto aqui algum tipo de resenha e indicação pra vocês. Já havia feito algo do tipo antes, mas não com frenquência. Espero que o objetivo seja alcançado dessa vez e que vocês se divirtam, afinal não tem nada mais gostoso que viajar sem ter que sair do lugar, tem?

O livro da vez é Melancia da autora Marian Keys. Aposto que você já, pelo menos, ouviu falar dele.  Afinal, o livro está na lista dos mais vendidos da Inglaterra o que fez com que a autora tenha vendido os direitos de publicação por um preço bem salgado para outros países como Alemanha e Estados Unidos. É um livro bem feminista que mostra os sentimentos e devaneios de uma mulher na faixa dos 30, abandona, grilada e um tanto quanto despretensiosa.

A história se passa em sua maioria na Irlanda e fala sobre Claire, uma mulher que acabara de ser chutada pelo marido porque segundo ele, conhecera outra pessoa. Isso ainda na maternidade assim que ela dera a luz a seu bebê. Depois desse episódio, tudo que lhe resta é voltar para a casa de seus pais em Dublin para tentar se acalmar e entender a situação. Descrevendo assim, até parece que é um livro de drama, né? Mas muito pelo contrário. De maneira bem descontraída e irônica Claire conta os acontecimentos de sua vida com um humor bem peculiar.

Enfrentar o fim de seu casamento, ser mãe solteira e de primeira viagem, já que James (seu marido) não dera as caras após a notícia bombástica, lidar com sua família de lunáticos e ainda com seu corpo gordo e verde de pós-gravidez como o de uma melancia não vai ser tarefa fácil para uma pessoa sempre tão expansiva como ela. Mas quando tudo parece dar errado, Claire conhece alguém que fará com que ela veja a si mesma de maneira diferente. Uma história meio água-com-açúcar e previsível, porém envolvente e cativante. E com um desfecho que nos leva ao velho ditado: o que não mata, fortalece.  

20/02/2011

Não passei. E agora?



Muita gente, assim como eu, enfrentou a batalha do vestibular, ou ENEM como preferirem, no fim do ano passado. E agora é hora da lista de aprovados. Todas as suas expectativas e desejos serão decididos se o seu nome estiver ou não naquele pedacinho de papel. Mas alguns, infelizmente, não tiveram tanta sorte dessa vez e não conseguiram passar.
Se for esse o seu caso, bem-vindo ao clube! Mas nada de desespero e muito menos arranque de cabelos. Claro que a tristeza e a decepção são inevitáveis em um momento como esse, mas não é por isso que você deve jogar tudo pro alto e desistir de um sonho. Agora, mais do que nunca é tempo de se esforçar e lutar para tentar mais uma vez. 
Você acha que já fez tudo que pôde? Então é hora de tentar alcançar o impossível, lutar sem vacilar e estudar como nunca. Se você acabou de sair da escola e esse foi seu primeiro vestibular, não se preocupe, acontece com quase todo mundo. Passar de primeira não é tão comum como se pensa. Se você já tentou outras vezes, pense pelo lado bom, você adquiriu experiências e agora pode estar bem mais preparado que seus concorrentes.
Seja qual for seu caso, a regra é não desistir e ir atrás do que deseja. Lembre-se, vestibular é uma prova que exige bastante dos candidatos por isso todo tipo de aprendizagem é válido. Mas não extrapole os limites, saiba dividir seu tempo, não abandone completamente o lazer e desfrute da presença das pessoas que você gosta. Algumas boas dicas para a hora dos estudos é mantenha a concentração, monte um horário de estudos alternando as matérias que você menos gosta com as suas preferidas e assista o noticiário com frequência.
Não importa como você faça, ou qual seja a sua melhor maneira de aprender, o importante é manter a calma e chegar lá, no fim das contas todos temos mais uma chance.

19/02/2011

The Pretty Reckless


A vez agora aqui no QP é da banda recém-criada em 2009 pela atriz de Gossip Girl Taylor Momsen! The Pretty Reckless é formada atualmente pela americana, atriz e vocalista Taylor Michel Momsen de apenas 17 anos, Ben Phillips no backvocal e na guitarra, Jamie Perkin na bateria e Mark Damone que fica com o domínio do baixo. Eles mandam muitíssimo bem no rock, ou mais precisamente no pós grunge.
De acordo com a cantora, a banda foi criada quase como acontece num roubo. Certo dia ela se encontrou com Kato Khandala (produtor) o qual lhe apresentou Ben Philips e então passaram a escrever canções juntos.  A partir daí, entra a cena do ‘pseudo-furto’: foi algo como "Ei, caras, querem entrar em outra banda? Eu meio que os roubei e nos tornamos amigos e não me importo por ser a mais nova do grupo - e garota" disse.
Pretty Reckless conta com um único álbum de estúdio que teve lançamento em agosto de 2010, chamado Light Me Up (Download) e dois EPs: The Pretty Reckless e  Unreleased, ambos do mesmo ano do disco. O primeiro single foi o Make Me Wanna Die o qual teve um lançamento de vídeo viral:


Outras músicas que se destacam são as My Medicine, Superhero,  S.U.S, Zombie e Factory Girl. Mas as outras com certeza não ficam para trás, não! Olha só um mash up que fizeram da música Love the Way You Lie, originalmente cantada pelo Eminem e Rihanna.
O som que The Pretty Reckless é do tipo que ouvimos não porque fica grudado na nossa cabeça, mas porque realmente é um trabalho bem feito que dá gosto de ouvir principalmente quando tudo o que você quer é ouvir música e nada mais. Para quaisquer outras informações, visitem o site brasileiro PrettyRecklessBrasil.

"Eu quero fazer grandes discos. Quero compor canções incríveis. É o que eu quero para o resto da minha vida. Espero fazer um álbum melhor que o outro. Só peço que ouçam o meu álbum. Pelo menos me dê uma chance e sinta-se livre para me odiar ou não. Eu detesto várias coisas, mas não julgo antes de conhecer porque isso não é justo. Nunca se sabe, você pode se surpreender” Taylor M. 


Forever alone?


Atire a primeira pedra quem nunca teve sua época de forever alone. Quando seus amigos estão pra cima e pra baixo com os namorados do lado. É uma época de vida caseira, afinal, quem quer sair pra ficar segurando vela? Essa semana tivemos o tão falado Valentine's Day, onde os apaixonados americanos se presentearam com bombons, ursinhos de pelúcia e tudo mais que uma dia dos namorados tem direito, um terror para alguns solteiros inconformados.
Todo mundo já teve seu momento de ficar sozinha e apenas observar o mundo com os olhos solitários. Mas por que isso tem que ser algo ruim? Pra muitas pessoas essa é uma fase muito boa da vida, onde você pode tomar tempo pra si mesma, fazer o que bem entende sem ter que dar explicações do tipo "Onde você estava noite passada?" e "Por que não atendeu o telefone?". É um momento de libertação, de auto-conhecimento, ampliar os horizontes. Tudo depende da forma como você vê as coisas e encara a realidade.
Se você prefere ficar se martirizando e reclamando a ponto de afetar sua auto-estima, isso já passou a ser um problema. Algumas pessoas realmente têm a necessidade de ter alguém ao lado pra compartilhar o que quer que seja, mas, entenda como quiser, quando você vê uma mulher sozinha em uma cafeteria mergulhada em algum livro que parece ser interessante o que pensa? É alguém que foi abandonada pelo namorado e agora tem que encarar tudo sozinha, ou uma mulher forte e independente que gosta de ter algum tempo pra si mesma?
Depois disso, pense em qual lado das duas suposições você gostaria de estar e depois faça acontecer. Acredite, tudo se torna realmente melhor e mais agradável quando você percebe que estar sozinha, não é tão ruim assim. Até porque há quem diga que ser forever alone é um estilo de vida.

13/02/2011

Mundo Otaku

Meu vício em séries já não é mais surpresa pra ninguém, principalmente pra vocês. Mas há alguns meses eu descobri um mundo fantástico. Imaginem Thana Sampaio no País das Maravilhas. Ou quase isso.
Você já ouviu falar em Doramas? Não? Então deixe-me apresentá-los a vocês, caras mortais que não sabem o que é o paraíso.
Doramas são como pequenas novelinhas asiáticas, ou séries, como preferir. Existem vários tipos dessas obras primas e cada uma mais viciante que a outra. Tem os dramas mais adultos, pra gente mais crescidinha ou até pra quem gosta de umas histórias mais maduras, os colegiais (meus preferidos) que contam histórias muito fofas com personagens super engraçados e surreais, dentre outros. A maioria dos enredos são tirados de mangás (quadrinhos orientais), o que já permite um maior interesse do público alvo (tipo eu). Esses dramas tem menos episódios que as séries americanas que estamos acostumados, mas alguns fazem tanto sucesso que já contam com mais de uma temporada, episódios especiais e até filmes.
Pra que vocês se situem melhor nessa fantástica fábrica de sonhos (quanta analogia não?), que tal conhecer alguns dos meus dramas favoritos?


Hana Yori Dango - Japão


Makino Tsukushi, personagem principal, é uma garota de uma familia pobre que, apesar das dificuldades financeiras, conseguiu ser admitida em uma escolade pessoas extremamente ricas. Nessa escola os alunos esbanjam suas vantagens financeira, porém, os que mais se destacam são um famoso grupo de quatro rapazes chamado de Flower Four, os F4, que são os herdeiros das mais poderosas famílias do Japão. Pelo poder financeiro dos seus nomes, eles ditam as regras na escola, passando por cima até mesmo dos professores e diretores. Nessa escola, receber uma papel vermelho do F4, é como receber uma sentença de morte. Quem recebe a tarja, é maltratado cruelmente pelos outros alunos, até sair da escola. Porém, depois de um incidente, onde Makino não pôde ficar calada diante da injustiça do líder do F4, ela recebe a Tarja Vermelha. A partir daí, sua vida nunca mais foi a mesma.
Fonte e Download: Central de Animes


Playful Kiss - Coréia

Baseado no mangá Itazura na kiss, Oh Ha Ni é uma estudante desajeitada que se apaixona pelo perfeccionista, Baek Seung Jo. De qualquer modo, Seung Jo é indiferente a ela e rejeita o seu amor. Quando a casa dela é destruída, ela e seu pai se mudam para a casa de um velho amigo do seu pai. Acontece que Seung Jo é o filho deste amigo e a Ha Ni tem a oportunidade de estar perto do cara que ela ama. Será ela capaz de mudar o coração do Seung Jo?
Fonte e Download: Ohayo Dramas




Hana Kimi - Taiwan

Hua Yang Shao Nian Shao Nu é um drama taiwanês baseado no mangá japonês HanaKimi. Rui Xi é uma garota que vive nos Estados Unidos e se apaixonou profundamente por Zui Quan, um atleta de salto em altura, o qual ela admira desde do dia que viu uma apresentação dele na TV. A admiração é tanta que Rui Xi convence seus pais a deixarem ela ir estudar em Taiwan no colégio onde Quan estuda. O único problema nisso tudo é que Quan estuda em um colégio exclusivo para homens, sendo assim, nossa protagonista vai estudar em um colégio masculino. Imaginem as confusões que essa menina, ou melhor, menino irá aprontar! Isso tudo em busca do verdadeiro amor.
Fonte e Download: Animes X Games



É isso, espero que tenham curtido a dica e que meu vício tenha contaminado vocês.

05/02/2011

Tem gente nova por aqui!

Oi! Como vocês estão? Ansiosos pelas mudanças e curiosos pra saber quais as novidades que vão aparecer por aqui, não é? Então, sem mais delongas, devo apresentá-los à nova integrante da (ainda em andamento) equipe do Quando Percebi: Luana Andrade.

Como alguns de vocês, ela também é leitora assídua do blog e de vez em quando me dava umas cutucadas me perguntando quais seriam as novidades e as novas postagens que apareceriam por aqui. Como eu já expliquei nesse post, esse ano será bem mais complicado dar as caras pela internet e ainda dedicar o tempo realmente necessário para atualizar o blog, então nada mais justo que formamos uma equipe igualmente talentosa e capacitada pra me ajudar a trazer pra vocês tudo do bom e do melhor.

Eu conheço a Luana de longa data, então já sabia das habilidades dela pra escrever sobre diversos temas (até já postei alguns textos dela aqui), assim como sabia que um dos seus preferidos é o mundo da música. Sempre antenada com as novidades musicais, é, na maioria das vezes, do Twitter dela que eu atualizo minha playlist. Bom, de agora em diante, a nossa tag musical é dela. Nos atualizando com as news desse universo maravilhoso como lançamentos de cds e videoclips, cantores destaques, músicas do momento, eventos, playlists e tudo que tiver direito.
Então, que tal uma rapidinha?

Nome: Luana Andrade
Idade: 17 anos
Onde mora: Fortaleza - CE
Uma música: Losing Grip - Avril Lavigne
Um livro: O corpo morto de Deus - Giselda Laporta Nicolelis
Um filme: Trilogia Efeito Borboleta
Um site: glords.com
Uma paixão: Música
Um sonho: Alcançar a liberdade.
Descreva-se em poucas palavras: Uma menina tímida que perde algumas oportunidades por conta disso, mas que quando esta focada em algo, à sua maneira, vai até o fim. Certamente você vai ter dificuldade pra fazê-la mudar de um ponto de vista. 
Twitter: @oiLuanaAndrade

Você também ficou na vontade e acha que também dá conta do recado e quer participar do QP? Então mande um e-mail pra quandopercebi@hotmail.com com seus dados e algum post modelo sobre qualquer assunto como variedades, comportamento, fotografia, moda, whatever... sinta-se a vontade para criar.

04/02/2011

Ela está chegando com tudo: Jessie J.!


Já viu esse rosto antes? Sim? Não? Pois é, ela é a nova promessa de 2011 do cenário pop. Jessica Ellen Cornish começou cantando no teatro aos 11 anos e já aos 18 a compor músicas para astros como Chris Brown, Christina Aguilera, Miley Cyrus (o hit Party in the U.S.A.) e o todo lindo Justin Timberlake. Hoje, aos 22 anos de idade, a queridinha foi intitulada pela BBC Sound of 2011 como a nova sensação e até já confessou querer o lugar de diva musical, pode?!

A jovem britânica passou por sérios problemas de saúde ainda adolescente, o que não a fez desistir de um espaço na música. No ano passado, em 2010, teve seu som Who You Are na trilha sonora do filme Step Up-3D e o Sexy Silk no longa Easy A. Ela anda esbanjando glamour, ousadia, muita simpatia e ditando moda por onde passa, até já saiu em várias capas de revistas famosíssimas.
A garota recentemente anunciou o lançamento do seu primeiro álbum - Who You Are, que já teve a estreia adiantada para o dia 28 de fevereiro e se encontra na pré-venda no site Play.comEste contará também com dois singles, o Price Tag que tem parceria com o .B.o.B e um clipe muito fofo juntamente com uma letra super bem bolada, e o Do It Like A Dude que segue o lado mais maloqueiro da cantora. Confere aí!



Gostou do que viu? Vamos esperar o cd sair e tirar as conclusões desse primeiro trabalho de Jessie J. Enquanto isso, siga a aspirante a diva pop no twitter @jessiejofficial e fique atento às novidades.


Por Luana Andrade.