22/12/2010

Os melhores anos da minha vida.


Aulas chatas, aulas divertidas, brigas, abraços, tédio, euforia. Foram presentes na minha vida durante os últimos, sei lá, 14 anos? É difícil imaginar uma vida pós-escola, difícil acreditar que acabou. Mais uma etapa da minha vida foi concluída e enquanto a nova não começa de vez, o que resta na mente são lembranças dos melhores anos da minha vida. Posso vir a ter momentos tão bons e prazerosos quanto os que eu tive naquele manicômio que chamamos de escola, mas nenhum nunca vai poder ser comparado àqueles que eu passei junto das pessoas mais especiais do mundo. Pessoas que me ensinaram muito mais que teoremas ou equações, pessoas que me ensinaram a viver, que me fizeram enxergar muito mais longe. Rostos que me ajudaram a moldar o meu futuro. Amigos fiéis, irmãos por escolha. Eu os amo demais, e não seria capaz de deixá-los para trás. Por isso, acreditem, dentro de mim há um grande espaço reservado pra vocês, amigos e professores. Vocês que me transformaram na pessoa mais feliz do mundo por simplesmente existirem. E tenho certeza, que em um futuro não tão distante, olharemos para trás e teremos orgulho das pessoas que fomos e que nos transformamos e da vida extraordinária que vamos ter.