05/09/2010

Vampirando

E os vampiros invadem o Quando Percebi!
Falar, ler e assistir tudo sobre vampiros tá na moda. Isso é um fato. Mas o que nem todo mundo sabe é que não é de hoje que existe um universo voltado exclusivamente para as crônicas vampirescas. A literatura vampira - se é que podemos chamar assim - já tem milhares de exemplares publicados. Alguns até já viraram filmes com galãs no papel principal. É Robert, você não foi o primeiro a roubar o coração(ou o sangue) das fãs do gênero. Com isso, nada mais justo do que trazer um pouco desse universo pra vocês.
Algumas indicações desse gênero:

Entrevista com o Vampiro

Escrita em 1976, Entrevista com o vampiro inicia a série que apresentou O vampiro Lestat e A rainha dos condenados,escrita por Anne Rice, levando os críticos à descoberta de que se trata da mais voluptuosa e sedutora história de horror do nosso tempo.Uma história que começa com a ousadia de um jovem repórter ao entrevistar Louis de Pointe du Lac, nascido em 1766 e transformado em vampiro por Lestat, figura apaixonante que terminará, ao longo da série, arrebatando multidões como cantor de rock. O livro ganhou uma adaptação para o cinema com Brad Pitt no papel principal e ainda outros atores de arrancar suspiros da platéia feminina como Antonio Banderas e  Tom Cruise. 

Vampiros em Nova York 
 Escrito por Scott Westerfeld. Há um ano, Cal Thompson não passava de um simples universitário. Mas, depois de uma noite com uma misteriosa mulher chamada Morgan, sua vida mudou completamente. Cal foi infectado por um parasita que causa efeitos terríveis em seu hospedeiro. Mas ele se torna apenas um portador do vírus. Ganha visão noturna, olfato aguçado, força e agilidade, mas fica livre de se tornar um predador. Sim, o vírus transforma seu hospedeiro em criaturas chamadas de peeps, mais conhecidos como vampiros.  

The House oh Night
Em The House of Night você vai conhecer um mundo parecido com o nosso, exceto pelo fato de que nele os vampiros sempre existiram e convivem tranquilamente com as pessoas normais. No primeiro volume, Marcada, Zoey, uma garota de 16 anos, acaba de receber uma marca que vai transformar a sua vida por completo. Zoey terá que se afastar de seus amigos e de tudo aquilo que fazia parte da sua vida até então. A menina vai se transformar em vampira e usufruir de poderes que ela nem imaginava possuir. Mas para isso ela precisa suportar o difícil período de transformação, caso contrário morrerá.  

Amor Vampiro
Amor! Por ele o homem foi levado a realização de grandes feitos. Mas também sob sua influência cometeu grandes atrocidades. O que aconteceria se tal sentimento dominasse um ser maléfico que perambula pelas sombras buscando saciar seu desejo? Adriano Siqueira, André Vianco, Martha Argel, J. Modesto, Nelson Magrini, Regina Drummond e Giulia Moon, í­cones da literatura fantástica nacional, se reuniram para responder a questão e desvendar o Amor Vampiro.

The Vampire Diaries
Escrito por Lisa Jane Smith. Elena Gilbert, uma garota órfã que vive com sua tia, Judith, e sua irmã mais nova, Margaret, ainda está muito abalada com a perda de seus pais. Elena estava de férias na França, mas, no começo do ano letivo, volta à pequena cidade de Fell's Church, onde reencontra suas melhores amigas: A sensata Meredith e a pequena Bonnie. Bonnie pede para ler sua mão e vê que Elena vai conhecer um homem moreno e não muito alto, mas que já foi alto. Um rapaz chega à escola logo em seguida. Elena descobre que seu nome é Stefan Salvatore e quer tê-lo a todo custo. Entretanto, a vida de Stefan é rodeada de vários mistérios, que são intensificados com a chegada de seu irmão mais velho, Damon Salvatore. 


 

Guerra

Aqueles sorrisos tortos e aquelas espressões desconfiadas sempre que fazia alguma pergunta embaraçosa, pelo menos no seu ponto de vista, nunca foram traduções difíceis. Seu desconforto em estar ao meu lado se tornou cada vez mais intenso a medida que o seu interesse pelo meu dia foi acabando. Eu estava lá também, você não estava passando por aquilo sozinho. Os olhos cada vez mais distantes nos faziam perceber que havia uma fronteira entre nós. Um conflito internacional estava prestes a ser travado em nosso meio. Mas antes que os tanques e os soldados fossem enviados nós baixamos a retaguarda em uma iniciativa gritante por um acordo de paz. Mas a guerra já havia começado bem antes que a ideia nos passasse pela cabeça. Uma guerra silenciosa, que só as batidas do coração conseguiriam entrar em sintonia. Parecia uma luta justa, o meu contra o seu. Mas combatentes de guerra não são imortais, não haveria sobreviventes. Em uma atitude racional e não muito frequente, decidimos voltar ao marco zero e dar aos nossos corações um pouco de descanso, afinal.