21/08/2010

Só pra falar de amor.

Eu nunca fui de chorar em filmes românticos e nem de sonhar com príncipes encantados e cavalos brancos. A vida sempre foi muito prática e objetiva pra mim. Ou você gosta de alguém ou você não gosta. Talvez por isso seja um pouco mais difícíl escrever sobre isso. Mas uma coisa que fica difícil entender é que sempre me pediram conselhos e ajuda pra esse tipo de coisa, e o mais engraçado disso tudo é que eu dava! Na maior naturalidade do mundo, como se aquilo tudo fosse algo frequente na minha vida. Nunca entendi o por que daquilo. Será que as pessoas de fora realmente entendem melhor o que está se passando ou eu é que consigo aprender com os erros dos outros? Por falar nisso, essa coisa de aprender com os erros dos outros é mais complicada do que parece, sabia? Ou vai dizer que quando você quebra a cara não fica com muito mais medo de fazer denovo do que quando outra pessoa fez a burrada e disse pra você não fazer? De qualquer forma, as coisas sempre fogem da minha alçada quando o assunto é amor, paixão, ou sei lá o que...talvez por isso as pessoas que me conhecem raramente me veem falando disso por livre e espontânea vontade.E se querem saber a minha opinião, é tudo questão de tempo para as coisas se resolverem, seja o que for.Então não vale a pena perder a cabeça por isso ou por qualquer outra coisa, a vida foi feita pra ser vivida. E ponto.

Oh Mon Dieu!

13 de Setembro! Tá chegando galera! Olha só a promo da quarta temporada de Gossip Girl, só pra ficar um pouquinho mais desesperada...
Tá, pode me chamar de viciada se quiser!

Que burro! Dá zero pra ele.

Quantas milhões de vezes a gente não faz aquela burrada clássica e aí fica morrendo de vergonha, com vontade de se transformar em um avestruz pra poder enfiar a cara no buraco mais próximo?! Que sensação terrível. É ainda pior quando envolve outras pessoas, aí a gente tem que ir com o rabinho entre as pernas pedir desculpas pela sessão sou-idiota!
Pronto. O caos tomou conta da situação e tudo que você pode fazer é ... Nada!
Porque não dá pra voltar no tempo e desfazer a besteira que você fez. Que ótimo!
Mas para os que passaram por essa situação que nem eu, aí vai um fio de esperança: Depois de um tempo, todo mundo esquece. E o caminho fica livre pra fazer outra besteira. Bricadeira. E então isso tudo se torna só mais uma história pra contar para os seus netos.
Ufa'